terça-feira, janeiro 04, 2011

Estágio

Ir estagiar para a SIC é o sonho de qualquer pessoa que tire o curso em Comunicação Social, Jornalismo, Ciências da Comunicação e por aí adiante, e que queira mesmo seguir jornalismo. Entrar naquela redação com vinte ou vinte e poucos anos é ter o futuro na nossas mãos e poder olhá-lo, mesmo alí à nossa frente... É que se achavamos que era aquilo que queriamos fazer, passado uns dias temos toda a certeza do mundo que é mesmo aquilo e só aquilo que queremos fazer da vida...Com o tempo então... essa certeza passa a ser uma verdade universal: fazemos mais coisas, sabemos mais coisas, sabemos que estamos melhores, vemos (às vezes) o nosso trabalho reconhecido... e, mesmo sem darmos ainda voz às peças, ver o nosso trabalho na televisão é tipo... não sei explicar! Só que depois, passados os 5 ou 6 meses de estágio, acaba tudo... Hoje foi o dia de acabar tudo para a Ampi. Uma choradeira, um pranto, nem falava... E eu até percebo... É bem pior experimentarmos tudo aquilo que mais queremos fazer e depois, vermos esse tudo enorme fugir-nos por entre as mãos, sem podermos fazer nada. Sabemos que até podemos ser bons, que temos muitas capacidades e que até escrevemos muito bem, mas isso é logo contornado pelas dificuldades do mercado de trabalho, pela crise, pelos estagiários deste mundo que são aos milhões e que trabalham a custo zero. Por isso, o dia de acabar tudo chega a todos... e eu sou a próxima. Quem quiser pode já anotar na agenda: 29 de Janeiro é oficialmente o novo dia da depressão.

20 comentários:

J disse...

Não sejas pessimista. Pode ser que no teu caso a história seja diferente :)

S* disse...

O meu sonho foi a TSF e senti o mesmo quando de lá saí...

*C*inderela disse...

infelizmente esse é o final da maioria dos estagiarios. mas a esperança é a última a morrer.

living in london disse...

Pode ser que consigas ficar.Nunca se sabe!Boa sorte!Fliz 2011!!

Sharon den Adel disse...

infelizmente nao consegui ir para a Sic em 2004, mas tive duas colegas que foram e uma delas teve prolongamento do estagio: gostaram tanto dela que lhe propuseram mais 3 meses. quem sabe se te acontece o mesmo?:)

Rita disse...

Aproveita enquanto ai estás =) *

Dina disse...

Vais ver que novas oportunidades hão-de surgir! Nunca baixes os braços ;)

boneca de porcelana disse...

Jojozinha, uma porta pode fechar-se mas outras podem abrir-se!! Fé e positividade a partir do dia 29 :)

cairs disse...

Quando acabou o meu estágio também chorei baba e ranho, foi horrível, sei bem como é que é estar num sítio tantos meses, fazes amizades, habituas-te ao trabalho, aos métodos, às pessoas e à rotina e de repente não tens nada para fazer e estás em casa again... enfim, aproveita bem enquanto aí estás e nem sequer penses muito no 29.01 :)

StellaMaris disse...

Nunca se sabe!
Até poderás ficar!
Esperemos que sim!
:)

Anónimo disse...

como tu sabes há (pelo menos) 3 pessoas da UCP a estagiar e a ficar a trabalhar na SIC (Vasco, Rafaela e Zé).
Tu vais ser a próxima! Mostra que és indispensável.

MC disse...

Eu troquei o meu sonho de estagiar em tv, para ir para a rádio, porque me pareceu um desafio maior. Adorei igualmente o meio e senti-me a pessoa mais infeliz do mundo no dia em que acordei e não tinha que ir "trabalhar". Ganhas rotinas, aprendes, tens dúvidas, ajudas colegas, és versátil de uma forma que não pensavas ser, gostas das horas extra, devoras informação como se fossem batatas fritas... Quase 4 anos depois, o meu caminho profissional não tem sido só o jornalismo, mas também a vertente das Ciências da Comunicação que também fazem parte da licenciatura e que no fundo eu esperava nunca praticar. Mas como as oportunidades são quase nulas, há que agarrar a primeira coisa que aparece e que por acaso até tem a ver com a tua área de formação... Custa, mas habituas-te e aprendes também a gostar de outras áreas. Mantém o espírito aberto e boa sorte :)

Beijinhos.

Kruzes Kanhoto disse...

As grandes oportunidades costumam surgir nas grandes crises. A minha dúvida é se, de facto, existirá crise...

Juh disse...

Nem tudo são coisas tristes e apesar do teu estágio acabar até pode ser que eles queiram ficar contigo. só tens que mostrar a optima profissional que és e que te empenhas de alma e coração em todos os trabalhos que fazes.
pensamento positivo atrai coisas positivas por isso força e garra.
tu consegues e acredita que vais ficar sim?

bjinho grande

Mary disse...

Sei tão bem o que isso é! Passei pelo mesmo, mas na TVI. Depois de meses de dedicação a custo zero, depois de perceberes que é mesmo aquilo que gostas, depois de estares integrada numa equipa, depois de veres o teu trabalho reconhecido, chegas à conclusão que por muito que te esforces, isso não interessa para nada. Porque ainda tu não te foste embora e já está a chegar o estagiário seguinte! Hoje em dia, as redacções já não precisam de contratar jornalistas porque os estagiários estão lá a dar o litro, à espera de um golpe de sorte.
Enfim, espero que contigo a história tenho um final diferente e que tenhas a sorte, já que do esforço e do talento não tenho qualquer dúvida, que eu não tive!
Mas também não me posso queixar, tive sorte, e muita, noutras coisas!
Beijinhos!
http://amarycanlife.blogspot.com/

Kikas disse...

pode ser que consigas continuar, ou assim :) eu espero bem que sim..

Cidchen disse...

Pode ser que tenhas sorte. Força! Ainda nada está acabado.

Anónimo disse...

Já andei por aqui a cuscar mas...tiraste o curso onde?
Também estou num desses cursos que aí referiste, mas só no início. Vejo tanta gente com sonhos parecidos aos meus e a sofrerem desilusões dia após dia! Mas acredito que não é igual para todos e que, mais cedo ou mais tarde - se bem que mais cedo daria mais jeito!! - vemos o nosso talento ser reconhecido.
Força :)

Diogo Marcelino disse...

Olá,
Senti exactamente o mesmo há um ano, a diferença é que estava em Queluz de Baixo em vez de Carnaxide...

Na memória ficam as peças de informação na editoria de Sociedade, a semana de Natal que fiz de madrugada, as reportagens culturais para o Cartaz das Artes e as sociais para o extinto DeLuxe.

Agora resta a tese de mestrado na Católica (obrigado ao Prof. Rogério Santos, foi no blog dele o Industrias Culturais que li o teu texto) e um programa de rádio feito sem ajudas financeiras mas com muita vontade e paixão, numa rádio nos arredores de Lisboa.

Depois do estágio fui entregar currículos e propor programas a todas as rádios da capital e arredores e quase todas disseram não com uma excepção...

http://ultralevenaradio.blogspot.com/

Comunicação é puro prazer, mas viver dela é quase uma utopia.

Aproveita o momento e desfruta ao máximo.

Porque a vida são momentos
De pequenos pormenores
De curtos instantes
São imagens que permanecem no tempo
Palavras, gestos e sentimentos que perduram na memoria
São uma mescla de alegria e amargura
Diluídos em vários acontecimentos, aventuras e acidentes
Porque a vida são recordações de momentos…

xarmus disse...

Pensamento positivo sempre. Adquiriste experiência, e vai fazer parte do teu curriculum... nada mau.