terça-feira, fevereiro 08, 2011

1 ano

Por volta do ano passado, nesta altura, eu estava mais depressiva do que todos os concorrentes que entram para o Biggest Loser juntos. Não havia mais coisas más que me pudessem acontecer para piorar a minha vida: não falava com a minha mãe, fui trocada por outra, os meus pais estavam cheios de problemas por causa do divórcio, o semestre tinha sido horrível... e depois atraía todo o azar do mundo: tinha acidentes com o carro, furaram-me os pneus, riscavam-me o carro todos os dias, o meu telemóvel partiu-se, demorava uma hora para arranjar lugar para estacionar... eu já tinha medo de sair de casa. A sério... E então hoje, quando vinha no carro depois de ter feito o meu primeiro directo (uuuhhh, foi para o curso, vá...), pensei nisso e percebi que às vezes só precisamos de fazer uma pequena coisa para resolvermos problemas: mudar a nossa atitude perante eles. Por exemplo, os meus pais continuam cheios de problemas por causa do divórcio, mal falo com a minha mãe, os riscos do carro continuam lá, todinhos (e até já têm novos amigos), hoje devo ter demorado três horas para encontrar um lugar para o carro ao pé de casa... enfim. Continuo cheia de problemas, uns maiores que outros, é verdade, mas eles estão lá... e hão de sempre estar. Eu é que passei a dar-lhes menos importância e aprendi a ser feliz com eles. Eu sei o quanto custa esquecermos as coisas más, mas confiem na minha longa experiência de vida: às vezes é o melhor que temos a fazer!

22 comentários:

ML disse...

Como isto faz sentido! Parabéns pela lucidez e positivismo! Assim é que é! :)

Le Blonde disse...

Confirmo!!! Uma grande verdade! :)

butterfly disse...

É dificil mudar e ver as coisas desssa forma mas só assim se consegue viver uma vida um pouco mais feliz. Eu passei por um grave problema de saude...e ai sim dei valor a certas coisas e aprendi a não me chatear com outras!

Llforever disse...

tens toda a razão :*

Ana disse...

É tudo uma questão de postura da nossa parte. Se os ignorarmos, os problemas parecem menores...

Ontem ouvi uma senhora na tv dizer: eu estava chateada porque queria um par se sapatos e não tinha dinheiro, quando olhei para o lado vi uma pessoa sem pé.

S* disse...

E tudo muda... as coisas estão sempre a mudar, há que ter força.

Hermione disse...

completamente de acordo. problemas todos têm, o que muda é a atitude das pessoas perante eles. =)

Cidchen disse...

É isso mesmo, só temos de mudar de atitude.

Emma disse...

Boa! Gosto dessa atitude!

Panda disse...

Eu sou uma daquelas "fanáticas" do pensamento positivo. Pois como tu há uns anos atrás tudo quanto era merda me aconteceu. E um dia cansei de chorar e desesperar. E olha estou imensamente feliz. Tudo passa.

Pompi disse...

Subscrevo tudo o que disseste e dou-te os parabéns por também conseguires ser assim. A perspectiva que temos sobre a nossa própria vida somos nós mesmas que escolhemos. Hoje em dia cede-se demasiado ao facilistismo das depressões acompanhadas de medicamentos que não resolvem problemas.

Pompi disse...

Subscrevo tudo o que disseste e dou-te os parabéns por também conseguires ser assim. A perspectiva que temos sobre a nossa própria vida somos nós mesmas que escolhemos. Hoje em dia cede-se demasiado ao facilistismo das depressões acompanhadas de medicamentos que não resolvem problemas.

Neka disse...

Concordo... e a minha vida ensinou-me o mesmo, quase da mesma maneira...
Talvez a vida tente mostrar isso a toda a gente, sabes? Só que nem todos o conseguem ver!

SuperSónica disse...

Ora agora é que a disseste toda e com muita verdade. Continua assim, sempre o pensamento positivo e tudo fica mais fácil de ultrapassar!
Bjs

Raquel Fernandes disse...

Bom post! Confia na minha teoria da roda gigante. Uma vez roda para um lado e tudo corre mal, mas depois lá conseguimos por uma pedra que altere a direcção e começa a rodar para o outro, aquele em que tudo corre bem. Ser positiva em relação à vida é a base principal para essa pedra. Boa sorte e um beijinho!

xx, R


http://bikinipequeninoasbolinhasamarelas.blogspot.com

Ana FVP disse...

Gostei. Normalmente já gosto. Mas hoje gostei especialmente. Os teus post's são nota 20!

maçã disse...

Atitude perfeita, parabéns! :)

PinkMoon* disse...

Acho que tens de manter essa atitude.
Calculo que não seja fácil, pois acho que apesar de tudo não falarmos com a nossa família é o pior de tudo, porque afinal pensámos que eles estarão sempre lá para nos ouvir, apoiar e nos dar carinho, mas nem sempre isso é possível.. E, apesar de todos os momentos menos bons que a vida te proporciona,tens de tentar manter esse espírito o mais alegre possível, acredita que lamentarmos não nos ajuda, aliás só dificulta as coisas..

Não sei o que se passa para não falarmos com a tua mãe, mas aconselho-te a falar e a fazer com que ela entenda o teu ponto de vista, até podes não conseguir mas um dia saberás que pelo menos tentaste e o sentimento de "culpa" não ficará contigo...

Por mais que pensemos que a nossa vida é muito difícil, há sempre alguém pior que nós, por isso ri-te o que conseguires dos problemas eles vão resolver-se :) acredita :))


Beijinho cheio de coragem :))

Dé Carvalho disse...

Jo bem vinda :p

Kikas disse...

foi bom para mim ler isto :)

flor disse...

Olá vim parar a este blog por acaso e adorei este post, aliás atrevo-me a dizer que poderia ter sido escrito por mim... é tão mas tão verdade tudo o que li e é mesmo a melhor forma de vivermos em paz :)

sonhosdeumarapariga@sapo.pt disse...

Quando estamos mal achamos que estamos condenadas a tal fatalismo. Mas não nos podemos lamentar nem deixar arrastar por esse fatalismo, é mesmo preciso inverter a situação ou simplesmente acreditar que podemos ser superior a tudo isso, pq um dia qnd olharmos para trás vemos que as coisas foram-se resolvendo por si mesmas.

Gostei JO ;)