sexta-feira, abril 17, 2009

Mimos, mimos



.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
No Jumbo, às dez da noite. Calças de ganga, casaco de malha largo, allstars, cabelo despenteado. Cesto com lenços, baton para o cieiro, halls de mel e limão, gomas com açucar, gomas sem açucar, embalagem de maltisers grande, massa em pó para panquecas. Aprendam comigo, quando ele está doente, é só dar-se uns miminhos que passa logo tudo. Ficam é muito mal habituados, ai ficam. "Posso estar doente todos os dias?" Era o querias...

8 comentários:

Marta ツ disse...

mas sabe bem fazer esses mimos de vez em quando

beijinhos*

Juh disse...

ohhhhhh que fofa!!!

eles tb precisam....:D

beijinhos

Juh

Branquinha disse...

Eles são umas criancinhas... O meu é igual mas a verdade é que temos prazer em cuidar deles ;) Falo de ti no meu post de hoje ***

Juh disse...

ola querida!!!


tens msn certo???
então adiciona-me : cogumelo_girl@hotmail.com

assim explico-te td o que quiseres saber sobre as extensões.:D

beijinhos

Juh

Patrícia disse...

:) que saudades e que vontade que eu tenho de cuidar e ser cuidada por alguém. É mesmo bom ser mimada e mimar de vez em quando!

Corset disse...

heheheheh mas qd estamos doentes ficamos mais carentes..daí a necessidade de mimo :P

Eli disse...

Que sorte a dele. Miminhos, chegue-se à frente quem não gosta.

AnaMoreira disse...

Ah, quem não gosta de uns miminhos :)